Igreja Católica reabrirá secretarias; missas, ainda não

Arquidiocese de Fortaleza orienta sobre retomada gradual das atividades.

As paróquias da Arquidiocese de Fortaleza estão com  suas atividades suspensas desde o dia 18 de março, como medida para evitar a propagação do novo coronavírus. Por decreto, estão proibidas reuniões e  missas apenas a portas fechadas e sem público,. O atendimento aos enfermos, de forma presencial,  também entrou em lockdown.

O cenário começa a mudar com a nova carta que orienta como deve ser a retomada cautelosa das paróquias ainda neste tempo de pandemia. Na orientação assinada pelo arcebispo Dom José Antonio apenas as secretarias paroquiais poderão abrir suas portas a partir do dia 1º de julho, data em que a Cúria Metopolitana retomará suas funções, até então executadas home office. As missas e demais sacramentos estão previstos apenas para a quarta fase do plano de retomada do Governo do Estado. 

São nas secretarias onde se realizam os serviços burocráticos de uma paróquia e acontece o recebimento do Dízimo e agendamento de atividades religiosas. Agora em diante nestes locais, o uso de máscaras, distanciamento e higienização serão imprescindíveis, além de redução de expediente e a determinação para que os  colaboradores pertencentes  ao grupo de risco permanceçam em casa. 

Confira todas as recomedações:

 

COMENTÁRIOS