Grupo Cidade
Ceará recebe 173 mil doses de vacina nesta quinta; União deve enviar 25 mil CoronaVac extras

Envio deve contar com doses extras de 25.019 doses vindas da União após decisão da Justiça Federal

Foto: Divulgação

O Ceará deve receber ainda na noite desta quinta-feira, 13, o 22º lote de vacinas contra Covid-19, com mais 173.750 doses do imunizante, sendo 103.750 AstraZeneca e 70 mil da CoronaVac. Além deste número, a União deve enviar 25.019 doses extras da vacina CoronaVac para suprir a quantidade necessária para finalizar as segundas doses da vacinação.

Segundo o governador Camilo Santana (PT), o voo deve pousar no Aeroporto de Fortaleza às 22 horas, de acordo com documento do Ministério da Saúde. 

As doses extras são resultado de decisão da Justiça Federal, realizada na última quarta-feira, 12, que determinava que a União deveria enviar as doses extras da vacina. A decisão ocorreu após o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), a Defensoria Pública do Estado do Ceará (DPCE) e a Defensoria Pública da União (DPU) requererem junto à 5ª Vara Federal do Judiciário do Estado.

Leia também | Sem insumo, entrega da Coronavac em junho pode sofrer impacto, diz diretor do Butantan

Fortaleza e pelo menos mais 45 cidades cearenses atrasaram a segunda dose da vacinação da CoronaVac após terem seguido a orientação do Ministério da Saúde e usado os imunizantes estocados nas primeiras doses. Com o atraso da produção do Butantan devido ao adiamento da chegada de insumos vindos da China, toda a imunização nacional foi afetada.

Coronavírus no Ceará

Com 87,86% dos leitos de UTI e 69,48% dos leitos de Enfermaria ocupados, o Ceará possui 15 hospitais com 100% da capacidade de pacientes em leitos de UTI. No Estado, há 215 pessoas aguardando pela transferência para as Unidades de Tratamento Intensivo, enquanto 171 aguardam uma vaga em enfermarias. Os dados são do IntegraSUS, da Secretaria do Estado (Sesa). 

De acordo com o Painel de Risco da Covid-19, 180 dos 184 municípios cearenses estavam com risco “altíssimo” em relação à doença, enquanto quatro cidades - Moçamba, Catarina, Saboeiro e Campos Sales - estavam com risco “alto”. Os índices estão nessas proporções de preocupação desde dezembro de 2020. 

No total, o Estado já registrou 727.045 casos confirmados, além de 18.763 óbitos pela doença. Os dados são da manhã desta quinta-feira, 13. 

 

COMENTÁRIOS