Grupo Cidade
Pianista Paulo Rodrigo inicia projeto “Orgulho de Ser Cearense” e grava em Baturité

O primeiro destino, a cidade de Baturité, já foi explorado pelo pianista, que registrou um pouco sobre sua experiência em fotografias

Ruínas da Caridade. Foto: Divulgação

Vislumbrando as belezas conhecidas e escondidas em Baturité, a 98 quilômetros de Fortaleza, o músico Paulo Rodrigo senta-se ao piano e musicaliza histórias. Entre cachoeiras, museus e locais pouco explorados, o pianista chega na sua cidade natal para iniciar o projeto “Orgulho de ser Cearense”. 

Com o objetivo de estimular o turismo e de revelar pontos escondidos em cidades cearenses, o projeto irá visitar 12 municípios e gravar 12 videoclipes com novas canções compostas pelo pianista. O primeiro destino, a cidade de Baturité, conta com diversos pontos inusitados, rendendo fotografias e fundos deslumbrantes para a gravação do primeiro videoclipe.

“A ideia é mostrar as belezas do Ceará, de cada cidade. Queremos explorar cantos pouquíssimos explorados. A primeira cidade será Baturité, a cidade em que nasci. Vamos fazer todo um trabalho de gerar turismo para a cidade, mostrando locais para as pessoas terem vontade de visitar os lugares”, indica o pianista, indicando que os municípios permanecem em segredo, de forma a aumentar ainda mais a expetativa turística de cada destino. 

Entre os pontos turísticos já explorados em Baturité, o pianista destaca as “Ruínas da Caridade” como um dos mais chamativos e que tem maior potencial de se tornar um destino procurado por turistas. “Não tem nada documentado sobre lá. É lindíssimo, mas não tem acesso para chegar lá, não tem no Google. São 50 minutos a pé, em uma trilha. E é propriedade dos Jesuítas”.

Confira as fotos:

 

COMENTÁRIOS