Grupo Cidade
Superintendente do shopping Benfica, Marcirlene Pinheiro fala sobre ações do Dia dos Namorados

Promovendo ações para o Dia dos Namorados com atividades inclusive para solteiros, Marcilene conversou com a Frisson sobre a excentricidade do shopping e seu estilo de gestão

Foto: Lino Vieira

Superintendente do shopping Benfica desde a sua fundação, em 1999, a empresária e administradora Marcirlene Pinheiro sempre destacou a gestão humanizada e a responsabilidade social. A frente de um dos maiores centros comerciais de Fortaleza, a executiva tem uma trajetória de experiências, desde iniciar o seu empreendimento até a necessidade de driblar crises, como foi o caso da pandemia do novo coronavírus. 

Promovendo ações para o Dia dos Namorados com atividades inclusive para solteiros, Marcilene conversou com a Frisson sobre a excentricidade do shopping, seu estilo de gestão e sobre a celebração da data. Confira: 

Frisson: A senhora é formada em Administração pela Uece, certo? Pode nos contar um pouco sobre sua trajetória acadêmica? 

Marcirlene Pinheiro: Sou Bacharel em Administração de Empresas pela UECE, com especialização em Gerência de Recursos Humanos, também pela Universidade Estadual. Fiz dois MBA´s: o primeiro, em Gestão Empresarial, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o segundo, Executivo Internacional, pela Ohio Univesity, chancelado pela FGV.  Também sou Mestre em Administração de Empresas, pela Unifor. Essas são as titulações, porém periodicamente participo de cursos , pois acredito que você sempre pode e deve estar em busca de aprendizados e a educação abre portas para um mundo repleto de descobertas e que são valiosas para o mercado.

Frisson: A senhora é superintendente do shopping Benfica desde o início do empreendimento, em 1999. Pode nos contar sua trajetória?

Marcirlene Pinheiro: Chegar à superintendência de um shopping é motivo de bastante honra, mas requer bastante responsabilidade e habilidades específicas, uma das que avalio como sendo essencial é a habilidade no relacionamento interpessoal, e algumas outras que foram e são desenvolvidas e aperfeiçoadas com o tempo e a prática. Ao chegarmos, eu e a equipe, demos forma à concepção idealizada pelo empreendedor: o conceito do Shopping Benfica de responsabilidade social, pautada por valores como a ética, confiança, voluntariado, consciência ambiental e consciência social; do apoio às nossas manifestações artísticas, além de um profundo envolvimento com a realidade social da população residente no seu entorno. Esse envolvimento, de entrega e trabalho full time, possibilitaram desenvolver projetos diferenciados que corroboraram para o Shopping Benfica  ser uma referência no setor Shopping Center, com vários prêmios e certificações recebidas. 

Frisson: Como foram os primeiros anos do shopping? E como você analisa sua evolução até o momento? 

Marcirlene Pinheiro: Todo início é permeado por desafios, descobertas,  porém com trabalho árduo, afeto, conquistamos muito, enquanto empresa de varejo, com a inauguração tendo a presença de importantes lojas âncoras, como os Mercadinhos São Luiz; depois, com a implantação do cinema; a consolidação do nosso papel enquanto ferramenta social para cidadania e como equipamento cultural para o estado. Assim, fomos galgando, degrau a degrau, conquistando reconhecimento, tanto como empresa, como quanto executiva.  Tive a alegria de, ao longo dessa minha trajetória, receber premiações, as quais me são muito queridas e me inspiram a continuar e sempre primar pelo melhor. Tive a honra de ganhar o prêmio Destaque Profissional Executivo, diploma que me reconheceu entre os melhores executivos do Ceará. Também fui homenageada pela Alshop, como a melhor superintendente de Shoppings Centers do Ceará. Porém, o melhor prêmio é a confiança dos clientes e a satisfação dos nossos lojistas.

Frisson: Que tipo de liderança a senhora exerce no shopping?

Marcirlene Pinheiro: Dentre minhas atribuições estão elaboração e implantação de planejamento estratégico, negociações comerciais, com foco na ampliação do volume de negócios; coordenação, gestão de pessoas e projetos; otimização de custos e empenho pelo desenvolvimento sustentável. Nossa gestão também está à frente de Projetos de Responsabilidade Social/Cultural/Ambiental que desenvolvemos com 11 projetos que mantemos no calendário anual do shopping e que atendem e beneficiam não só a população da circunvizinhança, mas todos de Fortaleza. 

Frisson: Quais foram as principais ações do shopping para driblar a pandemia? 

Marcirlene Pinheiro: Primeiro, o Shopping Benfica teve o cuidado e o carinho de fazer a conscientização social, tanto interna de colaboradores, por meio de treinamentos sobre o assunto e formas de prevenção; e também junto à comunidade – quando ainda não havia a obrigatoriedade do uso, iniciamos a produção de máscaras descartáveis para doação. Posteriormente, como shopping de responsabilidade cultural, criamos a programa do Benfica em Sua Casa que agregava dois benefícios igualmente importantes: em um momento no qual os espetáculos e eventos do gênero estavam proibidos, quisemos dar nosso apoio a esses artistas que durante todo o ano compartilham conosco seu talento e nos trazem felicidade e participam de tão bons momentos juntos. Dessa forma, fizemos programação de live com música, shows de humor e teatro infantil. E essa programação, para quem estava em casa por conta do isolamento social, era o alento. Acompanhávamos com alegria as famílias reunidas para assistir à programação, por meio de fotos que nos enviavam. Criamos o nosso Delivery do Bem, plataforma para compra remota e intensificamos a divulgação do nosso Drive Thru, equipamento que já tínhamos para retirada de mercadorias (serviço gratuito). Tudo com toda segurança.

Frisson: O shopping também possui diversos projetos de responsabilidade social. Pode destacar alguns deles? 

Marcirlene Pinheiro: São eles: Prêmio Gente de Bem, Fábrica do Bem, Eduque Bem, Viver Bem, Novos Talentos, Solidariedade Permanente, Fique Bem, Brigadista Voluntário, Árvore do Bem, Ouve Bem e Manhã Feliz. Brincamos que ser superintendente de shopping é ser mãe. Logo, não posso escolher um filho. Vamos falar um pouquinho das áreas de atuação, que são social, cultural, socioambiental.

No âmbito sócio-cultural, quando o conceito de upcycling (uso de resíduos para o artesanato ou design de novos produtos) e DIY (do it yourself – faça você mesmo) ainda não era discutido, criamos a Fábrica do Bem, local com oficinas, aberto a comunidade, que ensinava a transformar em artesanato, materiais que seriam descartados. Logo, esses artesanatos poderiam ser fonte de renda extra. Como muitas iniciativas nossas, esse projeto extrapolou seu objetivo, tornando-se também, um local de terapia para o público (maioria formado por maiores de 55 anos).

Essa faixa etária nos mostrou que precisávamos atuar mais sólido não apenas com idosos e, sim, desde a transição para essa população. Convidamos uma gerontóloga e ela, com nossa participação, monta a programação do projeto Viver Bem, voltado a conversar e trazer especialistas dos mais diversos assuntos, para trabalhar integração social. Juntos, criamos o Fórum Bem Maior, com líderes de outros projetos sociais voltados a esse público. Montamos até casting com modelos da maturidade – detalhe, elas não eram modelos. Em parceria com a agência Felipe Frorrentz, fizemos toda produção, com aulas de passarela no shopping, maquiagem, moda – e o mais importante, esse trabalho possibilitou resgate da autoestima e da feminilidade dessas mulheres. E olhe que hoje o que o mercado, inclusive o de moda, trabalha é o conceito ageless.

Ainda no social, somos a única empresa privada a ter parceria com o Corpo de Bombeiros para ensino, gratuito, de curso de Primeiros Socorros, Combate e Prevenção a Incêndio, gratuito, para comunidade. O Shopping Benfica disponibiliza, sem custos, toda a infraestrutura física, audiovisual, avaliações, apostilas e aos aprovados, também entregamos os bottons e certificados. Ainda temos parceria para o Fique Bem, projeto de exercícios e promoção da qualidade de vida para maiores de 55 anos.

São também projetos sociais o Manhã Feliz (de dia das crianças) e o Árvore do Bem (de Natal), na qual contamos com parceria dos clientes para apadrinhar clientes e realizar o sonho delas e fazemos essa ponte para que esse apoio permaneça, já que essas crianças, todas, são de instituições que pesquisamos e atestamos que são sérias e que carecem de toda ajuda e carinho.

Na cultura, o Shopping Benfica é a única empresa, entre públicas e privadas, a conquistar, por oito vezes consecutivas, o Selo de Responsabilidade Cultural, outorgado pela Secretaria de Cultura Estadual. Esse reconhecimento é resultado dos nossos projetos: Novos Talentos, com concursos de piadas e festivais de músicas carnavalescas e juninas; Galeria BenficArte, com catálogos de exposições, de individuais a coletivas, de artistas renomados, mas também daqueles em início de carreira. A Galeria dá todo o suporte: curadoria, divulgação, espaço, sem custos. Eduque Bem, no qual o Shopping Benfica concedeu bolsas de estudos a crianças em estado de vulnerabilidade social e, em parceria inédita com o Conservatório Alberto Nepomuceno, realiza o Eduque Bem Artes, com cessão de bolsas de estudo para canto e violão. E, em mais uma iniciativa ousada, convidamos o Maestro Gladson Carvalho, da Orquestra Filarmônica de Fortaleza, a compor a programação musical do shopping e a ensinar, gratuitamente, instrumentos para a comunidade: violão, violino e flauta. Dessa forma, criamos o projeto Orquestra Jovem do Shopping Benfica.

Frisson: Pode explicar um pouco sobre a ação do Dia dos Namorados do Benfica? 

Marcirlene Pinheiro: A nossa programação de Dia dos Namorados está bem completa, com ações para os casais e com ação, até, para formar casais! Afinal, em 21 anos, temos orgulho de ser o cupido de muitos casais, que inclusive já tem filhos. Para os casais cujo o Shopping Benfica foi cupido, criamos o Batalha de Amores, no qual os casais finalistas ganharão 01 jantar completo com tudo pago e o campeão do nosso quiz irá ganhar vale-compra no shopping.

E por falar em compras, promovemos a promoção Amores Benfica, na qual estamos sorteando super kits com 01 caixa de som JBL, Boombox, 60w, que é objeto de desejo de muitas pessoas e também 1 ano, com tudo pago, dos streamings Amazon Prime e Spotify. E o melhor de tudo, para participar, basta comprar R$100,00 em produtos, cadastrar-se no balcão promocional, no térreo e já estará concorrendo. Para melhorar ainda mais, compras desse valor feitas aos domingos, segundas-feiras e terças-feiras valem cupom em dobro. A participação pode ser feita até 13 de junho e o sorteio será no dia 14 de junho.

Aos solteiros que querem passar não só o dia 12 de junho, mas quem sabe encontrar uma pessoa bacana para se relacionar, teremos a nossa versão daquele aplicativo de namoro. Fizemos parceria com a famosa influenciadora digital de relacionamentos, a Tia Camila, e vamos abrir, na semana do Dia dos Namorados, o período para envio das fotos e informações pessoais pontuais e no dia 10 de junho, subiremos esse material no nosso stories, com o @ de cada solteiro.

Para o Dia dos Namorados, teremos programação musical ao vivo, às 12h 30, com o saxofonista Christian Pinheiro e programação especial às 19h 30, que ainda não podemos revelar. E outras surpresas! O público da Frisson é nosso convidado para visitar o Shopping Benfica dia 12 de junho e descobrir!

Frisson: Ainda sobre o dia dos namorados, por que o shopping decidiu celebrar a data? Como essa celebração pode ser um respiro na pandemia? 

Marcirlene Pinheiro: O Shopping Benfica é uma empresa humana. Gostamos de gente – dos pets também!. . Então, é um orgulho olhar para trás e ver que o Benfica nunca foi apenas shopping, ele é um local no qual as pessoas confiam, sentem-se seguras e que gostam tanto, que o escolhem para dar início a jornadas importantes em suas vidas. 

Entendemos que, nesse momento tão delicado que o mundo vive, nada melhor do que evocar histórias reais, de amor, que inspiram. Temos casais, que namoram desde os 14 anos e por sermos um shopping família, era o único local que os pais confiavam que o jovem casal visitasse. Temos outro, que o primeiro encontro foi no nosso cinema e eles guardam até hoje o bilhete, que ainda tem anotado o telefone dele. E hoje, eles tem filho com mais de 10 anos. Há 2 anos, tivemos um namorado que subiu ao nosso palco para pedir a namorada em casamento – fizemos a decoração, convidamos maestro para fazer o musical. Há 3 meses, durante a pandemia, nasceu o filho deles, Miguel 

Frisson: Além do dia dos namorados, o shopping celebra diversas datas de forma diferente. Pode falar um pouco sobre essa excentricidade? 

Marcirlene Pinheiro: O Shopping Benfica é um shopping que, desde sua fundação, e de forma muito natural, é um shopping vanguardista. Há uma citação do Oscar Wilde que gostamos bastante: “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela”. O Shopping Benfica é ousado e destemido. Sempre foi. 

Por exemplo, ao ser descerrada a faixa, não tínhamos tapumes e sim telas de arte, de concurso organizado pelo shopping. Ali, já apresentávamos nosso DNA de shopping que é também uma ferramenta para cidadania e começamos nosso legado de responsabilidade social e cultural. 

Fomos pioneiros em ações pet friendly (sediar eventos de adoção animal; eventos de conscientização contra maus-tratos, cessão de espaço para bazar de ONG sem fins lucrativos), em termos equipamentos culturais próprios como Galeria de Artes, Biblioteca, Fm com estúdio no shopping e até mesmo com nossos projetos sociais, que hoje inspiram outras empresas, inclusive do segmento, resultado que nos enche de orgulho! 

Na realidade, excentricidade nada mais é do que a confiança, respeito e espaço para a criatividade e o talento de nossos colaboradores, que se sentem à vontade para criar, porque sabem que valorizamos a arte e a colaboração deles. Esse trabalho em equipe prima por possibilitar ao nosso público experiências únicas e inesquecíveis. Temos muito carinho, por exemplo, pela nossa Árvore falante, ícone do projeto social Árvore do Bem – que convida o público a apadrinhar e realizar o sonho de Natal de crianças carentes. Essa Árvore, à priori criada para chamar atenção para o projeto, conquistou até projeção internacional e, claro, a inesquecível escultura de Papai Noel, que ficou em nossa calçada, na avenida 13 de maio, e ganhou forte carinho do público, tornando-se mesmo atemporal.

Frisson: Que outras ações o shopping deve realizar este ano? 

Marcirlene Pinheiro: As novidades não param. Para este segundo semestre, teremos novidades nas nossas campanhas de varejo (pais e Natal). Eventos alusivos às Olimpíadas; mais uma decoração de Natal memorável e a celebração dos nossos 22 anos. Ressaltamos que toda nossa programação está de acordo com os protocolos sanitários. 

Frisson: Quais as expectativas para 2021, tanto em sua empresa quanto na sua jornada pessoal? 

Marcirlene Pinheiro: A vida é uma fonte inesgotável de aprendizado. E a pandemia nos trouxe também muitas lições, enquanto executiva e enquanto pessoa física. O primeiro de tudo, é sempre agradecer. Temos muito orgulho de poder compartilhar, com os leitores da Frisson, que não tivemos vítimas fatais de Covid entre os nossos colaboradores. Olhando para o presente e projetando o futuro, os nossos votos são de saúde e vacina para todos. Queremos continuar a oferecer aos nossos clientes, as melhores experiências, seja em atendimento, serviços, lojas, entretenimento. Estimamos continuar a surpreender o público. E especialmente, queremos cada vez mais que as pessoas sintam-se em casa e acolhidas no Shopping Benfica.

Na minha jornada pessoal, enquanto empresária, mãe, mulher, cidadã, as minhas expectativas são de um mundo mais humano, solidário, igualitário, no qual o meu caso, de executiva mulher, em cargo de liderança, não seja algo isolado. Este ano, acompanhamos a pesquisa “Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil”, divulgada pelo IBGE, na qual está comprovado: nós, mulheres, temos mais anos de estudo, quando comparadas com homens, porém somos apenas 34,7%  em cargos gerenciais. Então, que nosso exemplo possa ser inspiração para outras mulheres, que sonham com carreira executiva e que elas tenham a convicção que, com estudo e dedicação, elas podem realizar todos os sonhos.

 

COMENTÁRIOS