Grupo Cidade
Trimestre de agosto, setembro e outubro de 2021 foi o menos violento no trânsito dos últimos 20 anos

Segundo dados da AMC, outubro de 2021 foi o menos violento para o mês dos últimos 20 anos. No total, foram registradas 13 mortes causadas pelo trânsito

Foto: Divulgação

Os meses de agosto, setembro e outubro apresentaram uma redução de 53% das vítimas fatais em decorrência de acidentes de trânsito em comparação com a média dos últimos 20 anos, em Fortaleza. Nestes meses, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) registrou 39 mortes ocasionadas por acidentes em ruas da Capital. O número ainda é o menor desde o início da série histórica, em 2001. 

Segundo dados da AMC, outubro de 2021 foi o menos violento para o mês dos últimos 20 anos. No total, foram registradas 13 mortes causadas pelo trânsito. A média de anos anteriores era de 27. A diminuição também foi observada em setembro, que também havia sido o mês com menos mortes se comparado ao mesmo período dos últimos 20 anos, com 11 óbitos. 

A expectativa da AMC é que 2021 seja o sétimo ano consecutivo com redução de mortes no trânsito. Até o momento, o ano registrou 155 óbitos em Fortaleza. Desde o começo da série histórica, o ano com menos mortes foi o de 2020, que registrou 193 óbitos no total. 

Foto: Divulgação

A diminuição da violência é atribuída pela AMC para ações como educação no trânsito, fiscalização preventiva, redução da velocidade máxima de vias de 60 km/h para 50 km/h e outras medidas de engenharia de trânsito. 

“Há mais de 20 anos temos um banco de dados que compila todas as informações, com análise estatística mês a mês, para que consigamos planejar e executar ações para evitar que mais pessoas sejam vítimas, tanto feridas quanto fatais em sinistros aqui na Capital", aponta a superintendente da AMC, Juliana Coelho, em nota enviada para a imprensa.

Em post em suas redes sociais, o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT) parabenizou a AMC pelos resultados positivos. "Os números são resultado do nosso compromisso com a segurança viária. Além de medidas que privilegiam e resguardam o pedestre e o ciclista, estamos expandindo as vias com limite de velocidade em 50 km/h e realizando ações de fiscalização preventiva. Parabéns às equipes da AMC por esse expressivo resultado! Um trânsito mais seguro depende de todos!", disse o líder do executivo municipal. 

 

COMENTÁRIOS