Grupo Cidade
Beira Mar e pontos de Fortaleza amanhecem alagados nesta segunda-feira

Em obras desde agosto de 2018, o aterro da Beira Mar, com obras de drenagem e urbanização, está previsto para ser entregue em junho deste ano

Foto: Acervo pessoal

A avenida Beira Mar amanheceu na manhã desta segunda-feira, 1º, com diversos pontos de alagamentos. A situação ocorreu após uma noite de chuvas na Capital, que está no período de quadra chuvosa.

A Frisson recebeu uma série de vídeos que mostram a situação da avenida e do calçadão, que passaram por reformas em 2019 e 2020. A Secretaria Municipal de Infraestrutura confirmou o alagamento e indicou que deslocou uma equipe para realizar ações de “desobstrução da galeria de drenagem na avenida Beira Mar, ocasionada pelo depósito de areia”. 

Em obras desde agosto de 2018, o aterro da Beira Mar, com obras de drenagem e urbanização, está previsto para ser entregue em junho deste ano. A nova avenida Beira-Mar terá 66.704,38 m², com novo calçadão, quiosques e banheiros.

Segundo nota da Seinf, a prefeitura vem realizando ações de limpeza de recursos hídricos e desobstruções de bocas de lobo com cunho preventivo e com o objetivo de minimizar os impactos da Quadra Chuvosa, que acontece no Ceará entre fevereiro e maio. 

Outros pontos de alagamento foram registrados em Fortaleza, como nos bairros Centro, Meireles e Dionísio Torres. 

Veja a nota na íntegra: 

A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) informa que, no início da manhã desta segunda-feira, deslocou uma equipe para realizar a desobstrução da galeria de drenagem na avenida Beira Mar, ocasionada pelo depósito de areia. Após os serviços, ocorreu o devido escoamento da água da chuva, como mostra o vídeo em anexo. A Seinf reitera que as obras de drenagem e urbanização da nova Av. Beira Mar possuem conclusão prevista para junho deste ano.

Vale salientar que a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria da Gestão Regional, tem realizado ações de limpeza de recursos hídricos e desobstruções de bocas de lobo com cunho preventivo e com o objetivo de minimizar os impactos da Quadra Chuvosa. De janeiro deste ano até agora, já foram recolhidos mais de 7.500 toneladas de lixo e aguapés em 46 canais e lagoas que foram limpos da cidade, além de outras 1.053 bocas de lobo desobstruídas.

A Prefeitura de Fortaleza conta também com o apoio da população para que não descarte lixo nas ruas e nos recursos hídricos. É importante ficar atento ao cronograma de coleta de lixo domiciliar, que é realizada em todos os bairros da capital três vezes por semana: nas segundas, quartas e sextas ou nas terças, quintas e sábados. Além disso, a população pode contar com um dos 86 Ecopontos, distribuídos em todas as regionais, para direcionar pequenos entulhos, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha e materiais recicláveis.

Chuvas no Ceará

Segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a Capital registrou pelo menos 45 milímetros de precipitação nas últimas 24 horas. O dado foi do posto do Pici. A maior quantidade de chuva do Ceará foi registrada em Cascavel, com 110 milímetros. 

Veja as 10 maiores chuvas do Estado, segundo a Funceme: 

Cascavel (Posto: Guanaces) : 110.0 mm

Cascavel (Posto: Cascavel) : 104.0 mm

Beberibe (Posto: Beberibe) : 103.0 mm

Potengi (Posto: Potengi) : 98.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Cagado) : 88.0 mm

Fortim (Posto: Fortim) : 85.0 mm

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Croata) : 84.8 mm

Horizonte (Posto: Horizonte) : 83.0 mm

Jijoca De Jericoacoara (Posto: Jericoacoara) : 80.0 mm

Itapipoca (Posto: Arapari) : 73.0 mm

 

COMENTÁRIOS